Inicial > Não categorizado > Você já procurou no Google?

Você já procurou no Google?

Revivendo o blog,

Let Me Google That For You / LMGTFY | Know Your Meme

Faz algum tempo que quero escrever sobre isso, então vamos lá…

Quando eu comecei a estudar pra trabalhar com informática, não foi fácil, fiz um curso técnico em programação que custava R$ 109,00 reais por mês, na época, eu ganhava R$119,00 trabalhando como office boy. Foi difícil, mas com certeza valeu muito a pena. Aprendi demais com o Elvis (a.k.a. Delphis), Marco e o Eduardo. Back em 2012, minhas fontes de estudo não eram muitas, e devido a falta de dinheiro pra comprar livros, os materiais que eu tinham eram a internet e livros que eu conseguia pegar na biblioteca da escola, bem como livros que meu irmão já tinha e que eu roubava…

De qualquer forma, a internet foi e continua sendo longe o principal lugar onde busco conhecimento, é incrível o que conseguimos aprender nesse mundo sem fim chamado www. Quando eu não sabia o que fazer, era só perder um tempo lendo a documentação do produto, ou no Google, ou em último caso, em fóruns …

Os fóruns technet e msdn sempre foram um excelente lugar pra tirar dúvidas e aprender com as brilhantes respostas que lá estavam… Fonte infinita de conhecimento de pessoas que estavam dispostas a perder/investir um tempo ajudando outras pessoas que estavam com dúvidas… Aprendei demais com o Galvão, Gustavo Maia, Marcelo Colla, Nilton Pinheiro, Diego Nogare e etc… Bons tempos de fóruns.

Depois de um tempo, passei a ajudar com as respostas, me sentia realizado em ajudar as pessoas a resolverem algum problema, a sensação era impagável… Anos passaram, e a coisa desandou, e cá estamos, no ponto onde quero falar.

Os fóruns msdn/technet ficaram chatos a ponto de ser insuportável ler as perguntas das mulas… Abandonei totalmente os fóruns e agora estou prestes a abandonar os grupos de WhatsApp e Telegram pelo mesmo motivo…

Minha insatisfação é só uma… As pessoas não se dão mais o trabalho de aprender a usar o produto, ou de ler a documentação do produto, ou mesmo de usar o GOOGLE pra tirar as dúvidas… Simplesmente correm pro grupo de Zap e enviam suas dúvidas sem ao menos perder 1 minuto digitando a dúvida no Google … A resposta de 95% das dúvidas que vejo nesses grupos está na primeira página do Google. O que aconteceu? Por que as pessoas estão assim? Eu ainda não consegui entender isso.

Alguns exemplos de perguntas:

  • Como faço pra atualizar uma coluna na tabela?
  • Meu servidor SQL está utilizando toda a memória disponível… O que faço?
  • Qual valor uso no MAXDOP?

Também temos aqueles que acham que tem o direito de uma consultoria gratuita… Semanalmente eu recebo dezenas de perguntas no privado, linkedin, facebook, whatsapp, telegrama e e-mail… Veja, eu sempre que possível tento responder, mas tem gente que me manda um código com 5 mil linhas e pede pra eu otimizar… Pera? Eim? … Ou pede ajuda pra eu conectar no servidor delas porque está lento… Eim?

Se me permitem, deixa eu tentar ajudar… Antes de perguntar qualquer cosia pra alguém, POR FAVOR, tente fazer o seguinte:

  1. Já procurou a resposta na documentação do produto?
  2. Já procurou extensivamente na internet? Google, Youtube e etc…
  3. Você entendeu o que quer perguntar? Por ex., antes de querer saber onde usar o hint OPTION (MAXDOP), já procurou saber o que ele faz? O que é paralelismo?

Bom, ficam ai meus 2 cents…

Abs.

Fabiano

Categorias:Não categorizado
  1. Rodrigo Ribeiro Gomes
    3 de agosto de 2020 às 14:20

    100000000% de acordo… Os buscadores tão aí pra te ajudar a encontrar as informações que um dia foram difíceis de encontrar porque ninguém nunca colocou elas em algum lugar da internet…

    Uns 98% do conhecimento que tenho vem de pesquisas no Google, leitura de manuais e muito, mas muito TESTE de tudo que eu encontro pra validar…

    • 3 de agosto de 2020 às 14:25

      Concordo…. Ninguém sabe tudo, mas precisamos ter noção do que estamos querendo fazer, bem como, o que sabemos fazer ….

      Procurar por procurar sem ter certeza dos fatos se torna perda de tempo….

      • Rodrigo Ribeiro Gomes
        3 de agosto de 2020 às 14:46

        Eu também concordo que procurar sem ter certeza é perda de tempo, e é aí onde os grupos e fóruns podem ser mais úteis… Dar as direções, os termos essenciais que vao guiar nas buscas…

        O problema é quando você tem tudo isso pra responder sua pergunta e não usa rs, que foi igual os exemplos do Fabiano.

  2. 3 de agosto de 2020 às 14:23

    Fabiano, boa tarde.

    Parabéns pelo post…. Agradeço a referência a minha pessoa.

    Concordo plenamente com a suas palavras, em adicional no que se refere aos fóruns realmente mudou muito, eu mesmo acabei sendo vítima e exposto a diversos comentário de um determinado ex participante, que costuma frequentar nossos eventos e lives para ficar fazendo críticas e comparações.

    Mais uma vez parabéns por suas palavras e coragem.

    Abraços

  3. 3 de agosto de 2020 às 14:45

    Baita texto Fabiano!

    Ps.: Concordo com o Rodrigo.

  4. Leonardo Munhoz
    3 de agosto de 2020 às 16:14

    Perfeito Fabiano, infelizmente vemos esse comportamento não só nos grupos mas no cotidiano, nas empresas. Pessoal quer facilidade sem ter o mínimo de esforço e esquece que a jornada do conhecimento não é para os preguiçosos, tem que ralar, estudar, pesquisar, testar.
    PS, acho que estudei no mesmo técnico que você…. (Bezerra)

  5. 3 de agosto de 2020 às 17:54

    Diariamente acontece isso. Muita gente não age assim nas soluções “mastigadas” que os grupos e fóruns dão de mão beijada. Buscar, pesquisar e colocar a discussão no grupo em alto nível é válido demais. Concordo 100% com sua opinião e com certeza é a opinião da maioria. Se sair das mídias como a galera que gosta de escutar e ler suas ideias de ante de problemas complexos, galera essa que busca, pequisa e discuti, o que farão? Risos!! Aprendendo muito todos os dias lendo o blog dessa galera….E as suas também. Eu sempre busco ajudar no que sei, mas ignoro quando percebo consultoria gratuita.

  6. 5 de agosto de 2020 às 18:12

    É isso… Seria um sintoma típica “dessa geração”? Acredito que sim. E, em sendo assim, a tendencia não é muito que se melhore isso…

    Surge a partir de então a necessidade de se lidar com isso, ainda que, de alguma maneira, desestimulando esse tipo de comportamento dessa “molecada”, ou fazendo uma agenda positiva e estimulando que “tiver coragem” de se aprofundar um pouco mais… sei lá.

    Certo é o seguinte, que quando comparamos (E eu me incluo), dizendo a celebre frase “no meu tempo…” não repercuti muito em resultado, ao menos que seja pra dar mais ranço neles hehehehe É isso que tenho visto, analisado e… (lamentavelmente) concluído.

    Quais são as oportunidades que surgem ou podem surgir diante desse cenário? Como poderemos ocupar essa lacuna?

    Excelente texto, sobretudo pra nos fazer racioconar numa perspectiva de futuro, muito mais do que de passado e status quo!

    Parabéns MVPzão!

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: