Início > Pessoal, Virtual PASS BR > Não confie em ninguém

Não confie em ninguém

Como diria meu amigo Luti, o assunto deste post está mais pra conversa de boteco, mas ultimamente creio que valha um post.

Duas coisas aconteceram e me fizeram criar coragem para escrever sobre isso. Primeiro o Paul Randal (Blog | Twitter) começou com essa história aqui e segundo foi o Grant Frinchey (Blog | Twitter). O Grant esta fazendo a revisão de meu último artigo pro Simple-Talk onde escrevi sobre “colunas ascendentes” e ele me fez mudar um texto onde eu dizia algo mais ou menos assim:

“Por isso que recomendo que você atualize as estatísticas de sua tabela 1 vez por dia com a opção fullscan”.

O Grant levantou a bola dizendo que ele não gosta de fazer estas recomendações genéricas, porque isso depende muito de cenário para cenário. Tive que concordar com ele, e acabei mudando um pouco minha frase, realmente isso depende, e nossa intenção é evitar que pessoas digam: – “Eu só atualizo as estatísticas 1 vez por dia, porque li em um artigo no Simple-Talk o Fabiano dizendo pra eu fazer isso.”.

Vivendo e aprendendo, a partir de agora não faço mais isso.

Mas voltando ao assunto deste post.

Algo que tem me incomodado bastante é a quantidade de informações incorretas que tem se espalhado por ai. Hoje é muito fácil criar um blog e escrever sobre um determinado assunto. Temos milhares de blogs por ai falando sobre SQL Server, com assuntos para todos os gostos, básico, intermediário, avançado e alguns posts impossível de entender (http://blogs.msdn.com/b/psssql/).

A questão é, será que com isso tudo de informação, podemos realmente fazer uma busca no google sobre um determinado assunto e confiar no que será retornado? A resposta é, leia tudo, não confie em nada.

Um post é quase sempre relacionado a um caso específico, que nem sempre se aplica ao seu ambiente. Um exemplo sobre isso é uma discussão interessante que estou tendo com o pessoal da MS sobre a recomendação de criar 1 arquivo de tempdb para cada CPUs (cores) existentes na máquina. Isso é sempre necessário? Não, #Fato.

Eu sempre gosto de dizer o seguinte, se fosse pra você confiar em uma recomendação geral, confie na seguinte: “Nunca confie em uma recomendação geral”.

Escrever sobre SQL é de fato uma ótima maneira de aprender mais sobre a ferramenta. Mas cuidado com o que você escreve, estude e teste muito antes de escrever sobre algo. A ideia é a seguinte, preciso escrever sobre Extend Events para poder aprender mais sobre isso… Ou seja, vou estudar e compartilhar o que aprendi no meu blog.

Ultimamente tenho lido muita coisa equivocada, muito mesmo, e isso me preocupa.

Não estou falando que sou o cara, para com isso, por favor me entenda, eu com certeza já escrevi muita baboseira no meu blog, btw preciso fazer uma revisão para ver se acho algo nos posts antigos, coisas que eu achava que funcionavam de um jeito mas que com o tempo descobri que não é funcionam bem assim.

Atenção, sim eu estou dizendo para você não confiar cegamente nos meus posts, eu não sou Guru em SQL. Posso escrever algo errado, claro que sim. Mas uma coisa te garanto, antes de escrever eu estudo MUITO e pesquiso demais sobre o assunto para evitar falar asneira.

Agora que virei MVP tenho acesso a um grupo com todos os MVPs em SQL Server do mundo, eu MORRO de medo dos caras que trocam e-mails por lá, os caras sabem MUITO, é inacreditável. Um assunto simples sobre ODBC, vira livro, o conhecimento dos caras é MUITO grande. Quer um exemplo disso, leia o posto que o @bobbeauch escreveu sobre OleDB ontem.

Como vocês devem ter percebido, tento sempre escrever sobre coisas que sou especialista, T-SQL, tuning etc… Vocês não vão me ver escrevendo sobre DataMining porque não sou especialista nisso.

Moral da história, se você tem um blog, cuidado para não escrever asneira. E ao ler algo, mesmo que seja de uma fonte “confiável” sempre tenha em mente que uma recomendação não se aplica para todos os ambientes, sempre teste tudo o que você leu. E sim, critique, questione, isso faz com que todos aprendam mais, os leitores e o autor.

Criticar é diferente de xingar, esculachar. Criticas são bem vindas, sempre, principalmente as negativas. Por favor me critiquem. Críticas positivas são boas para nosso ego, mas não servem pra nada.

Como diria Salomão (alguns acham que não foi ele) no livro dos Eclesiastes – “Elogios vazios são como gravetos atirados em uma fogueira”.

A frase acima é muito bonita e vem a calhar com este post. Mas tem um problema. De acordo com o google, existem 6.280 páginas citando esta frase e dizendo que ela faz parte de um comentário do Max Gehringer onde ele menciona que essa frase faz parte do livro do Eclesiastes.

Eu já li o livro de Eclesiastes e nunca vi isso por lá. Talvez seja uma tradução especifica que não conheço, mas pelo que sei, não creio que esta frase faça parte da Bíblia Sagrada.

Isso é exatamente o que quero mostrar e dizer com este post. Renomado e famoso Max Gueringer pode estar errado, e por conta disso, 6.280 pessoas também erram republicando o texto incorreto.

UPDATE: O Max tava certo :-), ainda bem. Ainda não sei qual tradução ele usou porque ele não me respondeu, mas tenho uma Biblia chamada A Biblia Vida e em Eclesiastes 6:7 temos um texto parecido com isso que ele disse acima :-).

Questione, teste!

Obs.: Mandei um e-mail para o Max perguntando sobre qual tradução da Bíblia ele utilizou para achar esse “versículo” no livro de Eclesiastes. Depois atualizarei este post com a resposta dele.

Eu gostaria muito de continuar a escrever e falar sobre outra coisa que me incomoda muito, plágio, mas isso fica para falarmos no boteco mesmo J.

O que você acha em relação a isso? Eu adoraria ler seu comentário.

Obs.: Como confiar no texto de alguém que esta dizendo para você não confiar em ninguém? Smile with tongue out

Abs

About these ads
  1. 1 de setembro de 2011 às 15:51

    Confiar em um post que o autor diz para não confiar em ninguém é um paradoxo… O.o
    uhahuahua

    Concordo plenamente com o que foi escrito aqui, tomar cuidado com o que é escrito (na verdade, lido) é muito importante para você ter um embasamento correto na hora de argumentar com alguém ou colocar em prática aquilo que procura…
    Os posts do meu blog não são tão profundos quanto os do Fabiano, mas também procuro sempre que vou falar sobre algo, estudar e ter certeza do que estou falando…

    Sobre o plágio, vamos tomar cervejas e discutir sobre isso… Acho que todos já passaram por isso :p

    • 1 de setembro de 2011 às 16:04

      Grande Nogare, valeu pelo comentário.

      Relamente você mencionou algo bem importante, usar fontes em uma conversa. Muitas vezes, por ler algo errado (caso do max) muitos dize que uma coisa é x quando na verdade nunca fez parte do x.

      Abs

  2. 1 de setembro de 2011 às 17:55

    Muito bacana Fabiano, o texto tem umas 20 páginas mas tudo bem! rsrs

    O importante é sempre buscar mais de uma fonte três ou mais, principalmente pessoas que realmente entendem do assunto, pois até os que sabem podem ter ideias diferentes no mesmo cenário então o importante é sempre confrontar as informações e nem sempre acreditar de primeira, somente se está informações vierem do time do desenvolvedores do SQL Server! kkkkkkkkk

    Abs

  3. Adalberto
    2 de setembro de 2011 às 8:42

    Agora vou ficar mais esperto então….já tava ficando depois que li em um blog a um tempo atrás que quase ferrou minha vida.

    Valeu

    • 2 de setembro de 2011 às 15:22

      Pois é, temos que tomar muito cuidado, sempre testar ;-).

      Abs, valeu pelo comentário.

  4. 2 de setembro de 2011 às 12:59

    Legal esse post Fabiano…. ja escrevi e disse muita coisa errada para os outros, o que escrevo de errado tento fazer um update no post falando pra nao confiarem, se as vezes nao enxergo isso.. por favor alguem me diga.. Mas o interessante foi alguns erros que encontrei no livro do proprio Grant Fritchey, onde fui falar para a pessoa no #sqlhelp sobre um assunto que tava no livro dele e logo em seguida o Kevin Boles @TheSQLGuru ja caiu de pau em cima perguntando porque de eu ter falado aquilo.. pronto la tava eu lascado hehehe.. depois aconteceu um caso novamente onde eu li outra coisa no livro dele errada, e quando perguntei no sqlhelp o Paul Randal falou justamente sobre esse assunto “Ninguem é o conhecedor da verdade, e claro nunca confie em tudo que voce lê”. Depois daquele dia de por duas vezes em um mesmo conteudo eu achar dois erros, me fez pensar igual a voce.

    Mas só uma duvida. Voce citou ali em cima sobre os posts do CSS SQL Server Engineers são impossiveis de serem entendidos, eu nao leio porque realmente pra mim ta a um nivel acima do meu conhecimento. Mas o que voce acha sobre esses posts?

    Abracos,
    Marcos Freccia

    • 2 de setembro de 2011 às 15:22

      Oi Marcos, pois é, o importante é sempre tentarmos melhorar :-). Aprender ensinando ;-).
      Eu lembro dessa sua conversa com o Grant no twitter ;-). Fiquei quetinho mas tava acompanhando seus twits.

      Eu acho os posts do CSS sensacionais, eu já disse aqui no meu blog uma vez que adoro posts assim. Um bom exemplo de posts que fazem meu dia, é o seguinte http://sqlblog.com/blogs/paul_white/archive/2011/07/07/bitmap-magic.aspx o Paul White é um loco, odeio ele :-).

      Abraços, valeu pelo comentário.

  5. 2 de setembro de 2011 às 14:40

    Fabiano,
    Acredito da mesma forma. “Sempre desconfie de algo que dizem ser verdade, mesmo que venha do Suporte MS”!

    Já tive alguns problemas onde o Engenheiro da MS(Indiano) afirmava que uma funcionalidade não funcionava da forma que estava implementada no SQL Server, porem tive que provar o contrario para o Cliente. Lembro que para a empresa que abriu o chamado foi algo desagradavel.

    Não sou de escrever muitos artigos, mas dos poucos artigos que escrevi já vi dois praticamente “copiados” em outros blogs.

    Aguardo seu proximo post sobre “Plagio”.!

    Abraços,
    Leivio

    • 2 de setembro de 2011 às 15:18

      Pois é, eu também ja tive a chance de conversar com uma mulher do Suporte da MS que me disse que o erro que eu estava tendo no SQL era “normal” :-(.

      Plágio também tem me incomodado, rs… logo devo blogar sobre isso tbm, :-)

      Abs

  6. 6 de setembro de 2011 às 4:58

    Hi Fabiano
    I like very much it post that you wrote here! And I agree with your recommendations because some times we are trying us teach about anything that we believe is correct in accordding our practices, experience and investment but we don´t know all possibilities or conditions that can affect that we want to teach or all possible scenarios in that it can to have a behavior different, but our intention is can to teach or extend our learning for facilitate provide another better experience.

    I also have a little scary about can I said anything what a friend or colleague of SQL Server can contradict or assert something completely different. For this reason, I prefer rmost of the time write any information about events, webcasts, training and offered a guide to our followers for they can get a excellent knowledge.

    With your post I remember a webcast of our dear friend and very appreciate for me:Eladio Rincón where he said the same thing that you say and he added at the end as well as inmediately finish that excellent session we must distrust around what he said :). And since then I began to understand that he always has a second intention with all he teach and this is that I learn to believe in that previously I have to convince myself that ;)

    Was a good post, good experience and now I dont write more because my english is very latam and neither do I write more 20 page of comments!
    Greetings and I continue read your post.

    Mary Arcia.-

  1. 14 de setembro de 2013 às 20:40

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 62 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: